Série: “A casa do relacionamento saudável”

Olá pessoal!

Hoje daremos início a uma série de posts sobre aquilo que o casal de pesquisadores John e Julie Gottman, chamam de “The sound relationship house” – algo como “A casa do relacionamento saudável”.

Este modelo teórico sugere 7 princípios que foram observados em casais que os autores chamam de mestres dos relacionamentos, como verdadeiros pilares para um casamento saudável. São eles:

SoundHouseAprofundar o conhecimento mútuo

Este é o primeiro nível da “casa do relacionamento saudável”. Se trata do quanto o casal se conhece bem – tanto nos seus desejos e gostos quanto no nível psicológico (seus medos, estresses, sua história e sonhos). Em outras palavras, é estar bem familiarizado com o universo um do outro. Casais que constroem um mapa afetivo do parceiro são mais bem preparados para lidar com os momentos difíceis.

Cultivar a afeição e a admiração

Este é o segundo nível da casa, que é também o antídoto de um dos “cavaleiros do apocalípse”, o desprezo. Cultivar uma cultura de apreciação, respeito e carinho é uma base importante para qualquer tipo de uma relação.

Estar voltado um para o outro

O terceiro nível da casa nos fala da importância de estar voltado um para o outro no dia-a-dia. São os pequenos detalhes que fazem diferença na consolidação da saúde da relação. É estar presente de forma consciente, com a atenção voltada para o outro, seja em uma conversa, um olhar, um carinho ou em um momento de dar suporte e apoio emocional ao outro. Em outras palavras, é cultivar bons hábitos que reforçam o que chamamos de uma “boa conta bancária emocional”.

Ter uma perspectiva positiva

Os três primeiros níveis da casa se tratam do nível de amizade estabelecido pelo casal. A qualidade destes primeiros níveis irão dizer se este casal tem uma perspectiva positiva ou negativa do relacionamento. Este nível fala de como é estar nesta relação, da sua qualidade em termos de presença de emoções e ações positivas, da solução de conflitos, do nível de intimidade e romance entre o casal.

Gerenciamento de conflitos

Os autores usam o termo gerenciar e não eliminar pois todos os casais tem conflitos, e eles podem ser uma enorme fonte de crescimento se feitos de forma saudável. Aqui entra a importância de uma boa comunicação, saber ouvir, aceitação e respeito pelo que o outro é e não pelo que você deseja que ele seja.

Fazer os sonhos de vida se tornarem realidade

Segundo os autores, um aspecto crucial para qualquer relacionamento é criar uma atmosfera que encoraja cada pessoa a falar honestamente sobre seus sonhos, valores, convicções e aspirações. É quando a pessoa sente que é seguro ser ela mesma, e que tem apoio em seu cônjuge.

Criar significados na vida em comum

Este é o topo da casa, é onde nossos sonhos, mitos e crenças sobre o que é casamento e família encontram lugar. É muito importante haja concordância em maior grau possível quanto a aspectos fundamentais da vida, seu propósito e significado. Aqui entra a importância de se ter rituais de conexão, metas em comum, o apoio mútuo nos papéis que cada um desempenha na vida, o significado e propósito de família e amor em suas vidas.

Para finalizar, temos as duas paredes que dão a sustentação da casa: confiança e comprometimento.

Em nossos próximos posts falaremos de cada um destes pilares de forma mais detalhada. Espero que gostem!

Até a próxima!

 

 

compartilhe!

Email this to someoneShare on FacebookPin on PinterestTweet about this on Twitter

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *