Você sabia que hoje em dia, temos inúmeras pesquisas na área da Psicologia estudando relacionamentos?
Isso porque a ciência tem percebido que a qualidade de nossas relações tem um impacto direto em nossa saúde física e emocional, por isso é muito importante que cuidemos bem delas!
Recentemente estive em Seattle, nos EUA, para me Certificar no curso “Os 7 Princípios para o Casamento dar Certo”

LER MAIS

Todo relacionamento, seja ele amoroso, familiar, social ou profissional está sujeito à problemas e questões delicadas a serem resolvidas. Conversas difíceis fazem parte de nossas vidas, e é de extrema importância aprendermos a lidar com elas de forma assertiva, para que possamos fazer dos conflitos oportunidades de crescimento, e não de mágoas e distanciamento.

Especialmente nos relacionamentos amorosos se faz necessário este cuidado, já que um dos problemas recorrentes entre casais são as falhas na comunicação (ou a ausência dela). Por ser de natureza difícil, repletas de inundações emocionais, estas conversas importantes tendem a ser evitadas, e por causa disso, pequenos conflitos se tornam grandes problemas com o tempo.

LER MAIS

Continuando a série “A casa do relacionamento saudável, no post de hoje iremos falar sobre o segundo nível da casa: cultivar a afeição e a admiração no relacionamento. Esta é uma base importante para qualquer tipo de uma relação. Cultivar uma cultura de apreciação, respeito e carinho deixa o convívio positivo, mais leve. Quando existe uma boa reserva de positividade no relacionamento, uma boa “poupança emocional”, a probabilidade de se recuperar de momentos de irritabilidade, situações pelas quais nos arrependemos ou um distanciamento emocional temporário aumenta significativamente, por isso sempre “bato nesta tecla” da importância de investir na qualidade do relacionamento.
Além disso, é muito importante levantar os aspectos positivos da personalidade de nossos parceiros e estar sempre reforçando suas.

LER MAIS

Aprofundar o conhecimento mútuo: este é o primeiro nível da casa. Se trata do quanto o casal se conhece bem – tanto nos seus desejos e gostos quanto no nível psicológico (seus medos, estresses, sua história e sonhos).

LER MAIS

Hoje daremos início a uma série de posts sobre aquilo que o casal de pesquisadores John e Julie Gottman, chamam de “The sound relationship house” – algo como “A casa do relacionamento saudável”.

LER MAIS

Diferente dos casais que se divorciaram ou se distanciaram emocionalmente, foi percebido que nos relacionamentos mais saudáveis, as pessoas frequentemente reparam os erros quando acontecem e mantêm uma “boa conta bancária emocional”.

LER MAIS